Categorias
Minas Gerais Monte Verde

Monte Verde: Guia dos melhores passeios

Monte Verde é o destino perfeito para os românticos irreparáveis e os amantes da natureza.

O distrito do município de Camanducaia localizado na Serra da Mantiqueira é a estância climática mais fria do estado e é considerado a Suíça de Minas Gerais.

Como o nome do lugar já supõe, o maior charme de Monte Verde é, sem dúvida, a sua natureza exuberante que é explorada por meio de trilhas.

Quer conhecer um dos lugares mais bonitos de Minas Gerais? Então, é só continuar lendo, pois trouxemos um guia cheio de informações dos principais pontos turísticos de Monte Verde.

O que fazer em Monte Verde?

A história de Monte Verde é marcada pelo amor de Verner Grinberg e sua esposa Emília em 1936.

Eles encontram o município de Camanducaia e se apaixonam pelo clima e paisagem semelhante ao de Campos do Jordão.

Então, além de se mudarem, trazem consigo os amigos e a família.

Aliás, até o nome do lugar teve origem no sobrenome dessa família, pois “grin” significa verde e “berg”, monte.

Por isso, separamos os 7 pontos turísticos de Monte Verde para você entender o que encantou o casal.

#1 Pedra Redonda

A trilha à Pedra Redonda, ainda que curta (900 metros) possui uma intensidade intermediária, mas é um dos atrativos de Monte Verde favoritos dos turistas.

Pedra Redonda vista de baixo em Monte Verde em Minas Gerais
Foto do Rafael Vianna Croffi

À primeira vista incrível da natureza, será em um mirante com uma plataforma de madeira que você encontrará ao longo do caminho.

Na verdade, você verá várias paisagens lindas durante todo o percurso, mas quando chegar no topo da Pedra Redonda você terá a vista mais encantadora de todas.

O encontro entre Minas Gerais e São Paulo vista de uma altitude de 1950 metros, se ainda estiver na hora do pôr do sol, com toda a certeza, será uma das paisagens mais bonitas que você verá na vida.

#2 Pedra Partida

Essa segunda trilha possui um nível mais avançado e leva quase três horas entre ida e volta do local.

Vista de cima da Pedra Partida em Monte Verde em Minas Gerais

Caso você esteja com um bom condicionamento físico, você pode conhecer a Pedra Partida no mesmo dia da Pedra Redonda, já que essa trilha é uma continuação da outra.

Contudo, ainda com toda a dificuldade para chegar ao topo do local, a vista de cima da Pedra Partida não é qualquer outra coisa senão espetacular.

Existem diversas espécies de bromélias, além das outras plantas, que tornam o lugar ainda mais lindo.

Além disso, do pico de 2046 metros de altitude, você terá uma visão 360° da vila e de outros pontos como o Pico dos Marins e a Pedra do Baú.

#3 Chapéu do Bispo

Agora, se você cansou de trilhas difíceis, a trilha do Chapéu do Bispo é a mais curta e fácil de Monte Verde.

Vista de cima do Chapéu do Bispo  em Monte Verde em Minas Gerais
@seguindoaviagem

O trajeto é de apenas 650 metros e pode ser facilmente realizada por todas as idades.

Fora que há vários mirantes onde é possível descansar e tirar belas fotos.

O topo do Chapéu do Bispo possui 1955 metros de altitude e é onde há uma divisa entre os estados de Minas Gerais e São Paulo marcado por barras de ferro em uma rocha.

#4 Unger’s Pottery House

A Unger’s Pottery House é um ótimo passeio para descansar um pouco das trilhas em Monte Verde.

Sala com vários objetos de arte 
na Unger's Pottery House em Monte Verde em Minas Gerais
@patydicastro

A galeria de arte da artista plástica Paula Unger reúne um acervo de belas peças de arte não só dela, como também o de diversos artistas contemporâneos, incluindo ceramistas, pintores e escultores.

O espaço de 3.000 metros quadrados ainda fica localizado no meio de um belíssimo jardim.

Ademais, oferece aulas de cerâmica e dança, além de uma loja com várias peças de arte onde você pode levar alguma de lembrança para casa.

#5 Pico Selado

Voltando às trilhas, a do Pico Selado é uma das mais longas, mas é um passeio 2 em 1, pois você irá acabar já em outra cidade: São José dos Campos.

Vista de cima do Pico Selado em Monte Verde em Minas Gerais

Por ser mais longa que as outras, ela é considerada difícil devido a distância de quase 5 quilômetros.

Contudo, o maior obstáculo é a distância mesmo, já que o caminho não é tão difícil de ser percorrido.

No percurso, você encontrará primeiro um mirante que te dará uma vista incrível de Monte Verde.

Depois, outro presente da natureza é a “Janela do Selado”, onde há um conjunto de rochas que dão outra imagem magnífica do lugar.

Por fim, chega-se ao Pico do Selado onde você ainda pode chegar ao topo e assinar o Livro do Cume.

Todavia, é recomendado que tudo seja feito com um guia, não apenas para te guiar no longo trajeto, como também para te ajudar a alcançar o livro.

Isso porque é necessário saltar de uma fenda de 5 metros de altura para alcançar o livro, portanto, não se aventure sozinho, pois há o risco de uma queda grave.

Enfim, o passeio vale a pena de qualquer forma e em alguns momentos do dia você pode se sentir literalmente nas nuvens, pois é formado um tapete de nuvens que cobre a região.

#6 Escola Falcoaria

Se você é fã de Harry Potter, então, não pode deixar de visitar a Escola Falcoaria.

Falcão voando na Escola Falcoaria  em Monte Verde em Minas Gerais
@escoladefalcoaria

Essa será uma das experiências mais únicas que você terá em Monte Verde, afinal, a falcoaria é reconhecida pela UNESCO como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

Você pode apenas observar e não pagar nada, mas é bem difícil não ter vontade de interagir com os animais.

Tudo é explicado por um profissional da equipe, desde o seu treinamento para ter contato com o gavião até a sobre essa arte milenar que já atrai pessoas de todo mundo a 4.000 anos.

Em resumo, é um passeio incrível que só experienciando para saber.

#7 Trilha Platô

Por fim, a Trilha Platô também é outra que não pode ficar de fora da sua lista.

Vista de cima da Trilha Platô em Monte Verde em Minas Gerais

É um dos pontos mais baixos e não é um pico, mas sim uma extensa laje de granito.

Todavia, ainda assim possibilita uma vista incrível de Monte Verde e rende várias fotos lindas.

Ademais, há diversos pontos para descansar, uma bica d’água e um pequeno córrego no trajeto.

Conclusão

Ficou fácil entender o porquê Monte Verde foi o escolhido pelo Verner Grinberg e sua esposa Emília lá atrás, não é?

É um lugar espetacular que reúne o melhor da natureza e fica pertinho de Campos do Jordão, então, você pode aproveitar para realizar dois passeios em um.

Quer curtir mais um friozinho? Conheça Gramado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  +  63  =  66